Tamanho do texto:A-A+

Publicidade

PUBLICIDADE Conheça o Instituto TRATA - Joelho e Quadril

Tendinite: Tratamento com Fisioterapia

4 comentários
Imprimir Enviar por email para um amigo
Tendinite-tratamento-fisioterapia

O tendão é uma estrutura fibrosa que une o músculo ao osso. Qualquer inflamação, inchaço ou lesão sofrida por ele desenvolve a tendinite. A doença também pode surgir como consequência do envelhecimento, nesse caso, o tendão perde gradativamente a elasticidade, à medida que a idade avança. Pessoas que realizam movimentos repetitivos para desempenhar suas funções no trabalho, por exemplo, também estão submetidas a riscos, em virtude do desgaste que acaba sendo gerado nos tendões.

Sintomas da Tendinite

Dentre os locais mais afetados pela tendinite, podemos citar o cotovelo, o ombro, o pulso e o calcanhar e o lado mais acometido é, geralmente, aquele em que o indivíduo tem maior força, utilizando mais repetidamente na vida diária.

De modo geral, dentre os sintomas os mais comumente percebidos, são:

– Dor localizada, precisamente no tendão que foi afetado;

– Inchaço local;

– Coceiras e câimbras;

– Ausência de força muscular;

– Dificuldade ao realizar movimentos que envolvam o membro afetado;

– Surgimento de leve vermelhidão local;

– Sensação de queimação que irradia;

– Redução da flexibilidade e da sensibilidade do membro afetado.

Tratamento para a Tendinite

Para tratar a Tendinite, mudanças no estilo de vida são indispensáveis, pois se o músculo estiver fraco e o paciente continuar a realizar esforços e atividades repetitivas com ele, o quadro poderá ser agravado.

A Fisioterapia também é importante para tratar as dores, o inchaço e a inflamação causados pela Tendinite. As sessões fisioterapêuticas podem ajudar no alongamento e fortalecimento do músculo e do tendão, restaurando a habilidade natural dessas estruturas e prevenindo o surgimento de lesões futuras.

Para prevenir o surgimento da Tendinite é importante, sempre que possível, evitar movimentos repetitivos. Quando o trabalho ou as tarefas do dia-a-dia exigem a realização desses movimentos, não sendo possível evitá-los, aqueça-se e alongue o corpo em um ritmo lento antes de iniciar as atividades.

Após o tratamento com a Fisioterapia é importante que o paciente adote alguns cuidados para garantir resultados mais eficazes e duradouros. Exercícios de alongamento, movimentação da articulação e de força devem fazer parte do dia-a-dia desse indivíduo, também é importante evitar o sobrecarregamento de apenas um lado do corpo. Vale ressaltar que medidas paliativas como o uso de gelo ajudam a aliviar as dores, mas não são formas de tratamento seguras, em virtude do caráter momentâneo.

  • Alex Costa

    tenho uma dúvida, minha esposa esta sentindo dor no pulso, mas essa dor ocorre quando ela realiza movimento de flexão do pulso, desvio ulnar e desvio radial, ela não sente a dor quando realiza extensão do pulso, ou quando o pulso esta em posição neutra. Isso pode ser tendinite?
    vlw!!

    • Thayná

      sim, é bom consultar um ortopedista pra ver qual o tipo da tendinite e procurar tratamento o mais rápido.

    • Luiz Alvarenga

      Também estou assim, barra eu faço normalmente, já flexão me quebra.

  • Normalmente a tendinite é causada por teclar de forma incorreta o teclado do computador. É incorreto teclar com o dedo reto o teclado. A forma correta de teclar, tem que dobrar o dedo e teclar o teclado com a ponta do dedo dobrado. Eu sou do tempo da máquina de escrever. Uso teclados tem mais de 20 anos. Eu nunca tive tendinite.

Conteúdo de fisioterapia

Categorias

Conheça as áreas
da fisioterapia

Banner Livro

Conhecer o Livro

Receba nosso conteúdo
por e-mail