Tamanho do texto:A-A+

Publicidade

PUBLICIDADE Conheça o Instituto TRATA - Joelho e Quadril

Qual o salário de um fisioterapeuta?

0 comentários
Imprimir Enviar por email para um amigo
salario-fisioterapeuta

Quando falamos em salários, o reconhecimento da classe dos fisioterapeutas parece não ter alcançado ainda o nível esperado. Nesse cenário, competências técnicas e comportamentais são essenciais para a construção de uma categoria mais forte e respeitada no mercado.

Qualquer pessoa que investe na formação profissional visa um crescimento pessoal e financeiro. Mas o investimento deve ser bem planejado, uma vez que pessoas com metas fixas têm maiores chances de alcançar seus ideais e, consequentemente, avançar pela vida.

Quando escolhemos uma profissão a seguir (e investir), o fazemos com base em diferentes valores específicos, como o interesse por prestígio social, considerações acerca da tradição familiar, afinidade ou também ambição financeira. E, dependendo de cada pessoa, algum valor prevalecerá mais sobre os demais, determinando a escolha de uma profissão.

Salários de R$4 mil a R$5 mil por mês
Na Fisioterapia, quando o maior interesse do profissional é o financeiro, há necessidade de uma alta qualificação, pois é através de cursos de especialização, participação em seminários e congressos e experiência profissional que o fisioterapeuta pode alcançar maior destaque no mercado de trabalho. Segundo a Federação Nacional de Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais, o piso salarial mensal de um fisioterapeuta é de cerca de R$ 1,5 mil para uma carga semanal de 30 horas. Num ganho intermediário o profissional pode alcançar o salário na faixa de R$ 4 mil a R$ 5 mil por mês. Enquanto no auge da carreira (que, geralmente, é alcançado após cinco ou seis anos de exercício da profissão) e dependendo do local onde o fisioterapeuta trabalha, o salário mensal chega a R$ 10 mil, podendo variar para mais ou para menos.

O sucesso de qualquer profissional depende do diferencial que ele apresenta e que pode ser conquistado por meio do aprendizado de novas técnicas específicas e de aprimoramento. Um fisioterapeuta que se especializa através de cursos e outros tipos de formação na área escolhida, tem maiores chances de aumentar o reconhecimento de seu trabalho e, consequentemente, melhorar os ganhos com o aumento da clientela e do valor das consultas. Profissionais que trabalham em setores públicos e hospitais ou na linha profissional de gestão (como a ANS), também podem alcançar funções superiores e de destaque, de acordo com o nível de reciclagem e aperfeiçoamento ao qual se submetem. Logo, o salário de qualquer fisioterapeuta depende também do grau de investimento pessoal.

 

Conteúdo de fisioterapia

Categorias

Conheça as áreas
da fisioterapia

Banner Livro

Conhecer o Livro

Receba nosso conteúdo
por e-mail