Tamanho do texto:A-A+

Publicidade

PUBLICIDADE Conheça o Instituto TRATA - Joelho e Quadril

Fisioterapia Geriátrica

24 comentários
Imprimir Enviar por email para um amigo
fisioterapia geriátrica

Envelhecer com qualidade de vida, o grande dilema do novo século. O fato natural da vida de todo indivíduo é ser levado para o envelhecimento, um processo encantador capaz de permitir ao ser humano passar por sensações e momentos, ainda que estejam divididos entre bons e maus. O envelhecimento traz conquistas afetivas, emocionais, materiais. Traz também consequências como a perda da sensibilidade, do controle sobre os movimentos e suas aplicações em atividades diárias básicas como alimentar-se e vestir-se. É assim que se destaca a aplicação da Fisioterapia Geriátrica.

O que é?

Em um campo de atuação que busca a reabilitação dos pacientes, a Fisioterapia Geriátrica busca ainda a prevenção e a manutenção das funcionalidades do idoso. Utilizando-se de técnicas como exercícios ativos, globais e que treinem o equilíbrio desses pacientes, a Fisioterapia Geriátrica permite ainda proporcionar ao idoso a melhora na sua qualidade de vida, aproximando-o da superação das suas limitações acometidas pela idade.

A Fisioterapia Geriátrica é indicada principalmente para pessoas acima dos 50 anos de idade, embora não seja necessário apresentar problemas como dificuldade locomotora causada por problemas musculares ou nas articulações. Sua aplicação pode se fazer necessária tão cedo quanto sejam percebidos os sinais da perda da sensibilidade e controle das ações motoras advindos com o tempo já vivido.

Benefícios. A Fisioterapia Geriátrica proporciona ao paciente o envelhecimento com qualidade de vida, a melhora notável em sua capacidade de locomoção e equilíbrio, bem como a coordenação dessas funções, o aumento da força muscular e das funções da memória do idoso. Ainda garante a independência e o conforto na realização de atividades por parte dos pacientes idosos no seu dia a dia.

GOSTOU DE NOSSO CONTEÚDO? Deixe seu comentário e clique em “Recomendar” logo acima, próximo ao titulo do texto. Obrigado!!


  • Mayane_carvalho

    Muito bom

    • Marylena V Santos

      gostaria que vc me mandasse onde devo fazer e quais são esses exercicios  pq meu marido tem problemas nas pernas e tornozelo 

  • terezinha

    amei,  eja tenho51  evou proucurarum proficional naarea

  • Jorge Zfilho

    Muito inmteressante. Gostei.

  • Geceldapedroso

    muito boa materia . Da animo e coragem p/ continuar a vida diaria.gosteria de ver outras semelhantes a esta.

  • eu faço fisioterapia,ttive fratura do colo do femur há 3 anos e não consigo andar, estou muita desesperada,tenho muita dormência nas pernas e mãos

  • Laudenice

    Gostei, gostaria de saber + tenho, mais de 60 anos e pavor do envelhecimento, por enquanto não me troco por uma de 40, mas tenho receio do dia de amanhã,apesar de ter uma vida ativa, faço academia, caminhada trabalho no dia-dia e de voluntária me amo e amo a vida.
    Parabéns pela matéria isso nos ajuda muito, um abraço.

  • Ilcadasilvafagundes

    Tenho 64 anos, caminhava, mas meu joelho resolveu dar um chilique. Não dei muita bola e comecei a fazer Pilates. O joelho vai bem obrigada, minha auto estima também. Além do q nbão descuido de checape anual.

  • quero saber informação sobre este tipo de exercicios

    • Taeline Sganzerla

      Olá, o mais aconselhavel seria buscar ajuda de um clinico especializado, com auxilio de algum Fisioterapeuta

  • LOIVAWENDT

    ÓTIMA IDÉIA ,POIS NÓS PRECISAMOS DE VARIAS FORMAS DE VIVER MELHOR ,MESMO NESTA BELA IDADE.

  • Cristinacapretz

    Gostei da matéria, quero mais informações a respeito,e os tipos de exercícios.

  • Carlos

    Boa tarde! 
    O meu pai tem 82 anos, com excelente saúde, mas tem osteoartrose nos dois joelhos, dificultando os seus passos.  Utiliza uma bengala, mas acho que fica um pouco desequilibrado. Usa um andador em casa.  Qual a melhor solução para ele, em termos de fisioterapia e equipamentos ortopédicos?

  • Mara Pizeta Semighini

    Gostei de receber essas informações,mas ficou uma dúvida como reconhecer o profissional capacitado para esse campo da fisioterapia.Ele precisa de curso especial ou não para a pratica?Será que os convênios vão aceitar e pagar a utilização por parte dos conveniados?

  • Valda Abud

    Em Salvador,onde posso fazer fisioterapia geriátrica?
    Vocês têm referência de bons profissionais?

  • nanci cabral

    Muito interessante a matéria!Gostei bastante,muito útil.

  • Otimo conteúdo…

    Faço sempre, em decorrencia de uma cirurgia de coluna.Só caminho porque fui salva pela Fisioterapia.Parabéns, pois dia 13 foi o seu dia..

  • Brancacvpetten

    Adorei e digo não só o idoso  vale tbm para pessoas  que por doenças  se entregam e ficam paradas em casa muito util e especial esta materia  obrigada

  • Magda M Cortez.

    Adorei …..

  • Alice Ceia

    Gostei da matéria ,em indaiatuba onde poderei fazer?

  • Maggiehonorio

    tenho uma amiga com 62 anos, tem dores terríveis nos joelhos , suas pernas estão ficando endurecidas, ela está sofrendo muito´, e o seu médico diz ser artrose ou artrite não sei bem ,só que nada faz para curar, os remédios são mesmo que agua, que fazer?

  • Martamfabio

    olha gostei muito dessa materia, interessante mesmo, sera que tem no sus? tenho esporão nos pés, e gostaria de uma solução, já fiz fisio, mas continua…..

  • Raquel

    Já existem profissionais capacitados nessa área com especialização e aprimoramento para melhor compreender as necessidades dessa população.

  • João Victor

    Uso de atividades de vida diária (AVD) é de exclusiva compotência dos terapeutas ocupacionais. Fisioterapia não avalia desempenho ocupacional.

Conteúdo de fisioterapia

Categorias

Conheça as áreas
da fisioterapia

Banner Livro

Conhecer o Livro

Receba nosso conteúdo
por e-mail