Tamanho do texto:A-A+

Publicidade

PUBLICIDADE Conheça o Instituto TRATA - Joelho e Quadril

Pilates ajuda na reabilitação de pacientes com câncer

0 comentários
Imprimir Enviar por email para um amigo
A astenia é um termo usado na medicina para designar fraqueza muscular. Os pacientes de tratamento contra o câncer sofrem com essa sensação de fadiga e de perda da força nos músculos, além do transtorno psicológico que é a depressão, também decorrente da doença. Para que esses efeitos negativos sejam amenizados, a atividade física é recomendada sob orientação médica e a depender das condições do paciente.

 

Considerada de baixo impacto e com grande flexibilidade no que diz à adaptação das necessidades e habilidades de cada paciente, o Pilates é uma das alternativas mais recomendadas para os que estão em tratamento contra o câncer. Dentre os benefícios da atividade, estão o aumento de força, maior controle muscular, integração corpo e mente, melhora da capacidade respiratória, aumento da flexibilidade, fortalecimento, correção da postura, reestruturação do corpo, prevenção de lesões, aumento da consciência corporal, aumento da auto-estima e alivio de dores musculares.

 

O método Pilates tem como base um conceito denominado de contrologia (contrology). Segundo Pilates, contrologia é o controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo. É a correta utilização e aplicação dos mais importantes princípios das forças que atuam em cada um dos ossos do esqueleto, com o completo conhecimento dos mecanismos funcionais do corpo e o total entendimento dos princípios de equilíbrio e gravidade aplicados a cada movimento.  Ou seja, é uma ginástica com impacto próximo do zero, que respeita a individualidade e os limites de quem pratica.

 

 

O Pilates já tem sido aplicado com bons resultados nos processos de reabilitação funcional, resultando em benefícios para a saúde geral, aumento de força, articulações mais saudáveis e aumento da capacidade respiratória.

 

O paciente com câncer que deseje praticar Pilates, entretanto, deve consultar seu médico antes de iniciar qualquer atividade física. Além disso, o instrutor da técnica deve ser capacitado para o trabalho de reabilitação.

 

O câncer é uma doença complexa que pode causar alterações físicas, sociais e emocionais. Dentre as soluções para que o processo seja menos desgastante, está a fisioterapia oncológica, uma especialidade que tem o objetivo de preservar, melhorar e restaurar a integridade funcional de órgãos e sistemas do paciente, bem como prevenir ou minimizar complicações causadas pelo tratamento médico (quimioterapia, radioterapia, cirurgia).

 

 

Procura também dar orientações adequadas aos pacientes e a todos os que também se envolvem junto no que diz respeito às atividades rotineiras, esclarecendo mitos relativos ao período do tratamento e proporcionando aos pacientes mais segurança para encarar essa etapa de vida com mais autoestima e convívio social.

Conteúdo de fisioterapia

Categorias

Conheça as áreas
da fisioterapia

Banner Livro

Conhecer o Livro

Receba nosso conteúdo
por e-mail